Segunda, 17/12/18

Informações Técnicas / Defeitos de pintura e suas correções

Breve introdução

Durante o processo de preparação e pintura é de fundamental importância seguir exatamente as recomendações sobre a preparação básica das superfícies, pois os problemas listados a seguir são ocasionados devido à má preparação das superfícies e correm o risco de retornar se o procedimento para sua correção não for devidamente seguido.


Eflorescência

São manchas esbranquiçadas que surgem na superfície pintada. Isto acontece quando a tinta foi aplicada sobre reboco úmido.

A secagem do reboco dá-se pela eliminação de água sob a forma de vapor, que arrasta o hidróxido de cálcio do interior para a superfície pintada, onde se deposita, causando a mancha.

A eflorescência pode acontecer, também, em superfícies de cimento, amianto, concreto, tijolo, etc.

Para evitar esse inconveniente, basta que se tenha o cuidado de aguardar a secagem da superfície antes de aplicar a tinta.

Para corrigir a eflorescência, deve-se aguardar a secagem da superfície, eliminar eventuais infiltrações, aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES, diluído com AGUARRÁS na proporção de 2:1(2 partes de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES para 1 parte de AGUARRÁS e aplicar acabamento.

Lembramos que havendo vazamentos ou infiltrações de água, o fenômeno da Eflorescência pode ocorrer mesmo após a cura completa do reboco, portanto deve-se certificar que a impermeabilização foi feita corretamente.

Topo

Saponificação

Manifesta-se pelo aparecimento de manchas na superfície pintada (freqüentemente provoca descascamento ou destruição da tinta PVA) ou pelo retardamento indefinido da secagem de tintas à base de resinas alquídicas (esmaltes e tintas a óleo). Neste caso, a superfície apresenta-se sempre pegajosa, podendo até escorrer óleo.

A saponificação é causada pela alcalinidade natural da cal e do cimento que compõe o reboco. Essa alcalinidade, na presença de certo grau de umidade, reage com a acidez característica de alguns tipos de resina, acarretando a saponificação.

Para evitar esse problema, repetimos: antes de pintar o reboco, aguarde até que o mesmo esteja seco e curado, o que demora cerca de 28 dias.

Para corrigir a saponificação em tinta látex, recomenda-se raspar, escovar ou lixar a superfície, eliminando as partes soltas ou mal aderidas.

Isto feito, aplica-se uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES e aplicar acabamento. A correção de saponificação em pintura alquídica (esmalte sintético e tinta a óleo) é feita conforme segue: remover totalmente a tinta mediante lavagem com solventes, ras-pando e lixando.

Às vezes, pela dificuldade em remover esse tipo de tinta, costuma-se aquecer a pintura com um maçarico até que estaestoure, raspando-se em seguida, ainda quente (este procedimento somente é acon-selhável quando executado por profissionais experientes).

Em seguida, aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR PARA PA-REDES, diluído conforme recomendação na embalagem do produto e aplicar acabamento.

Topo

Desagregamento

Caracteriza-se pela destruição da pintura, que se esfarela, des-tacando-se da superfície juntamente com partes do reboco.

Este pro-blema ocorre quando a tinta foi aplicada antes que o reboco estivesse curado. Portanto, antes de pintar um reboco novo, deve-se aguardar cerca de 28 dias para que o mesmo esteja curado.

Para corrigir o desagregamento, deve-se raspar as partes soltas, corrigir as imperfeições profundas com reboco e aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES e aplicar acabamento.

Topo

Descascamento em Alvenaria

O descascamento da tinta pode acontecer quando a pintura for executada sobre caiação, sem que se tenha preparado a superfície.

A aderência da cal sobre a superfície não é boa, constituindo camada cheia de pó.

Portanto, qualquer tinta aplicada sobre caiação está sujeita a descascar-se rapidamente. Para que isso não ocorra, antes de pintar sobre caiação, elimine as partes soltas ou mal aderidas, raspando ou escovando a superfície.

Depois, aplique uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES.

O descascamento da tinta também pode ocorrer quando, na primeira pintura sobre reboco, a primeira demão não foi bem diluída, ou havia excesso de poeira na superfície. Neste caso, lembramos que, quando se desejar aplicar a tinta diretamente sobre o reboco, a primeira demão deve ser bem diluída.

Para corrigir o descascamento recomenda-se raspar ou escovar a superfície até a remoção total das partes soltas ou mal aderidas.

Em seguida deve-se aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES e aplicar o acabamento.

Topo

Manchas causadas por pingos de chuva

Tais manchas ocorrem quando se trata de pingos isolados, em paredes recém pintadas.

Os pingos isolados, ao molharem a pintura, trazem à superfície os materiais solúveis da tinta, surgindo as manchas.

Entretanto, se cair realmente uma chuva e não apenas pingos iso-lados, não haverá manchas.

Para eliminá-las, basta lavar a superfície com água, sem esfregar.

Topo

Bolhas em pinturas sobre alvenaria

Em paredes externas, geralmente são causadas pelo uso da Massa Corrida PVA, produto indicado apenas para superfícies internas.Neste caso, a Massa Corrida deve ser removida, aplicando-se em seguida uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES.

Depois, corrigir as imperfeições com MASSA ACRÍLICA e aplicar acabamento.

Em paredes internas, podem ocorrer quando, após o lixamento da Massa Corrida, a poeira não foi eliminada ou quando a tinta não foi devidamente diluída. O uso de Massa Corrida muito fraca, de baixa qualidade (com pouca resina), também pode provocar bolhas.

A correção deve ser feita com a remoção (raspagem) das partes afetadas. Isto feito, recomenda-se aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES , corrigir as imperfeições com MASSACORRIDA e aplicar acabamento.

Mais um caso de formação de bolhas acontece quando a nova tinta aplicada umedece a película de tinta anterior (de qualidade inferior), causando a sua dilatação. Para corrigir, recomenda-se raspar as partes afetadas, aplicar uma demão de FUNDO PREPARADOR DE PAREDES , retocar a superfície com MASSA ACRÍLICA (reboco externo)ou MASSA CORRIDA (reboco interno) e aplicar acabamento.

Topo

Manchas de Retardamento na secagem da madeira

Podem ocorrer quando a repintura foi feita sobre madeira com resíduos de soda cáustica, que foi utilizada na remoção da pintura anterior. Para prevenir este problema, antes de repintar, deve-se eliminar por completo qualquer resíduo de soda cáustica (ou similar), lavando a superfície com bastante água.

Aguarde a secagem e repinte. Se o problema já existir, remova a pintura e siga as mesmas instruções acima. Os defeitos em questão também podem ser causados pela migração de ácidos orgânicos ou resinas naturais, características de certos tipos de madeira.

Por serem raros e de difícil solução, nestes casos, recomendamos consultar o Serviço de Atendimento ao Consumidor do fabricante do produto.

Topo

Trincas e má aderência em madeira

Geralmente ocorre quando se utiliza Massa Corrida PVA para corrigir imperfeições da madeira, principalmente em portas.

Como já dissemos, tais imperfeições devem ser corrigidas com MASSA ÓLEO. Para correção, remova a Massa Corrida e aplique uma demão de FUNDO BRANCO FOSCO diluído com até 30% de AGUARRÁS. Depois, corrija as imperfeições com MASSA A ÓLEO, lixe, elimine o pó e aplique acabamento.

Topo

Manchamento amarelado em áreas internas

Podem ser provocadas por gordura, óleo ou fumaça de cigarro (nicotina). Antes de repintar ambientes atacados por tais manchas, recomenda-se lavar a superfície com uma solução de água com 10% de amoníaco ou com detergente à base dessa substância.

Este procedimento, quando desejado, pode ser complementado pela aplicação de uma demão de FUNDO PREPARADOR PARA PAREDES e aplicar acabamento.

Topo

Manchas escuras provenientes de mofo

São manchas que aparecem normalmente sobre a superfície, e por se tratar de um grupo de seres vivos se proliferam em condições declima favoráveis, como em ambientes úmidos, mal ventilados ou mal iluminados. Para corrigir, recomenda-se:

Lavar toda a área afetada com escova de nylon ou pano e uma solução de água e hipoclorito de sódio (cloro) na proporção de 1:1, esta solução pode ser substituí-da por água sanitária.

Deixar a solução agir por aproximadamente 15 minutos. Lavar com água afim de eliminar vestígios de cloro. Deixar secar e repintar.

Topo

Enrugamento

Este problema ocorre quando a camada de tinta se torna muito espessa devido a uma aplicação excessiva de produto, seja demão ou sucessiva demãos sem aguardar o intervalo entre demãos, ou quando a superfície no momento da pintura se encontrava com alta temperatura.

Para corrigir, recomenda-se:

  • Remover toda a tinta aplicada através de espátula e/ou escova de aço e removedor apropriado.
  • Limpar toda a superfície com AGUARÁS, afim de eliminar vestígios de removedor. Deixar secar e repintar.

Topo

Crateras

Este problema ocorre devido à presença de óleo, graxa ou água na superfície a ser pintada, e também quando a tinta é diluída com materiais não recomendados como gasolina, querosene, etc. Para corrigir, recomenda-se:

Remover toda a tinta aplicada através de espátula e/ou escova de aço e remove-dor apropriado.

Limpar toda a superfície com AGUARRÁS, afim de eliminar vestígios de removedor. Deixar secar e pintar.

Topo

Trincas

De modo geral, são causadas por movimentos da estrutura.

Para corrigir, recomenda-se abrir a trinca com ferramenta específica para este fim ou esmerilhadeira elétrica, resultando numa abertura com perfil em “V”, escovar/eliminar a poeira, aplicar uma demão deFUNDO PREPARADOR DE PAREDES, aplicar SELATRINCA, repassar SELATRINCA cerca de 24 horas depois da primeira aplicação.

Sobre a trinca já vedada, aplicar uma demão de SUVINIL SUVIFLEX diluído com cerca de s% de água. Aguardar a secagem inicial e estender uma tela de poliéster de aproximadamente 20 cm de largura, fixando-a com uma nova demão de SUVINIL SUVIFLEX (igualmente diluído) e aplicar acabamento.

Topo

Fissuras

Fissuras ou trincas estreitas, rasas e sem continuidade, entre outras causas, podem ser provocadas por tempo insuficiente de hidratação da cal antes da aplicação de reboco ou camada muito grossa da Massa Fina.

Para corrigir, recomenda-se:

Raspar/escovar a superfície, eliminando as partes soltas, poeira, manchas de gordura, sabão ou mofo;

Aplicar uma demão de SUVINIL FUNDO PREPARADOR DE PAREDES BASE D'ÁGUA;

Aplicar três demãos de SUVINIL FACHADA, diluído em até 10% com á gua, ou;

Aplicar duas demãos de SUVINIL SUVIFLEX, com diluição de cerca de 10% de água e aplicar acabamento.

Topo

Fonte

TINTAS SUVINIL - Manual de Produtos e Aplicações Suvinil

Lar das Tintas - LTDA - Copyright ® 2006.
Rua Uranos 1097 / 1098 - Ramos - RJ
2290-1596 - 2270-0290
http://www.lardastintas.com.br
Valid XHTML Strict 1.0
Valid CSS 2
Valid Section 508